Aromaterapia, o que é?

Saiba um pouco mais sobre esta terapia do momento

Aromaterapia, como o próprio nome indica, é uma técnica terapêutica que utiliza os cheiros/aromas dos óleos essenciais obtidos das plantas para tratar desequilíbrios físicos e emocionais, e possui eficácia reconhecida pela Organização Mundial da Saúde.
Os óleos essenciais geralmente são extraídos pelo método de destilação por vapor, ou prensagem à frio de flores, frutos, sementes, folhas ou raízes de plantas que foram cultivadas, colhidas e processadas da melhor maneira para se preservar suas propriedades curativas.
Estas propriedades são encontradas em suas moléculas. Quando você inspira o aroma de uma rosa, por exemplo, na verdade está inspirando moléculas aromáticas que a rosa libera no ar. Essas moléculas viajam através dos seus receptores olfativos, que reconhecem o aroma e enviam um sinal para o seu bulbo olfativo, que está ligado ao Córtex Cerebral e ao Sistema Límbico, onde são liberados hormônios e neurotransmissores. Então, se o cheiro de uma rosa te faz lembrar alguma experiência vivida de maneira positiva, você será capaz de reproduzir a mesma sensação ao inalar o óleo essencial de rosa. Assim acontece com todos os cheiros de todos os óleos. E é desta maneira que a aromaterapia age em nosso organismo, trazendo sensações, estimulando neurotransmissores e liberando hormônios que ajudam no nosso bem-estar.
Os óleos essenciais são substâncias voláteis e extremamente concentradas, ou seja, deve-se ter cuidado com a quantidade a ser utilizada. O mais bacana desta técnica é que ela pode ser utilizada de forma complementar a outras terapias, como por exemplo na massagem. Veja abaixo os meios mais comuns para utilizar os óleos essenciais da aromaterapia:

1. Inalação
A inalação é a forma mais rápida de obter os efeitos e benefícios dos óleos essenciais sobre as emoções, porque as moléculas chegam facilmente no sistema límbico do cérebro. Pode-se fazer a inalação com o uso de aromatizadores de ambiente, adicionando algumas gotas do óleo em aparelhos elétricos, difusores, sprays de ambiente e sauna facial caseira.

2. Massagem
É um excelente meio para utilizar os óleos essenciais. Misturado aos óleos vegetais, como semente de uva, amêndoas, ou qualquer outro de boa procedência, conseguimos potencializar sua ação terapêutica, pois agem diretamente sobre a pele, tratando dores musculares, infecções, dores articulares e outros problemas tópicos. E também nos beneficiamos a nível emocional com a inalação do aroma, trazendo à tona as sensações de prazer e bem-estar.

3. Banhos
Utilizar os óleos essenciais em banhos, unimos os benefícios da inalação pois o óleo em contato com a água quente do banho evapora e exala suas moléculas no ar, como também nos beneficiamos com o contato dos óleos diretamente na pele.

O Espaço Prana e a Aromaterapia

No spa, utilizamos os óleos essenciais em nosso exclusivo protocolo de massagem chamado Prana Aroma, onde o próprio cliente escolhe um blend de óleos essenciais que mais lhe agrada pelo olfato, recebendo uma massagem com toques relaxantes por todo o corpo. O blend também conta em sua formulação, os Florais de Bach, que irão potencializar o efeito terapêutico da massagem, através dessa sinergia que une as propriedades terapêuticas da aromaterapia e das propriedades vibracionais dos Florais.
Além da Prana Aroma, a aromaterapia está presente no spa nos banhos de ofurô, onde utilizamos óleos essenciais de excelente procedência, e que também ficam à disposição para compra em nossa loja de produtos. Assim, a experiência do cliente fica mais completa, pois pode adquirir estes produtos e levar para casa para manter uma rotina de cuidado e bem-estar.
Que tal agendar uma sessão de Prana Aroma no Espaço Prana mais próximo? Esperamos vocês para esta experiência incrível!

Lilian Yaginuma
Coordenadora técnica Espaço Prana

Referências para este artigo:
https://www.tuasaude.com/aromaterapia/
https://www.aromaterapiabysamia.com.br/o-que-e-aromaterapia
https://conaroma.com.br/